Terça-feira, 30 de Setembro de 2008

Amor

 

Penduro no tempo um calendário
E cada momento é teu
São pedaços de céu
Céu que nasceu
Entre o teu olhar e o meu
 
A cada dia escrevo num diário
Uma palavra, um presente e um futuro
É esse o meu plano
No teatro da nossa vida
Não deixar cair o pano
 
Com tinta da minha alma
Com uma lágrima de felicidade
Em cada pedaço, em cada dia
Cravo o que de mais profundo tenho
Este imenso amor por ti
 
Sob um sorriso desmedido
Com um olhar cintilante
Um ar completamente perdido
Em que tudo faz sentido
 
Poiso a minha voz sobre ti
Em tom de confidência
Solto o som que a cada dia
Te levará a minha companhia
 
No calendário
No diário
Na voz
Na Vida
 
Amo-te
publicado por jangadadecanela às 23:55
link do post | comentar | ver comentários (24) | favorito
Segunda-feira, 29 de Setembro de 2008

Segunda Feira

Porque hoje é segunda feira... e porque estes caramelos perceberam EXACTAMENTE o que isso significa para mim...

 

"Amor é fogo que arde sem se ver..."

 

   ... e a Saudade é o ar que se queima quando o meu coração arde longe de ti...

 

    

 

publicado por jangadadecanela às 16:13
link do post | comentar | ver comentários (16) | favorito
Sexta-feira, 26 de Setembro de 2008

Foste feita para mim...

 

Um dia, procurei
Tanto eu desejei
De não encontrar
Acredita, desesperei
 
Um dia acalmei
O meu coração
Conformei
À noitinha
O confortei
 
E num sonho esculpi
Um sorriso de ti
Nas palavras me escondi
E nos teus olhos me
Perdi
 
Foste feita para mim
És um sonho na realidade
Disso dá conta esta saudade
 
Foste feita para mim
Acordo sempre em ti
Adormeço no teu ar
E sonho com o teu despertar
Dos sentidos, das emoções
Dos carinhos, das tentações
 
De um beijo faço amor
Num abraço mato a dor
 
Foste feita para mim
És um sonho na realidade
Disso dá conta esta felicidade
 
E sinto-te como tal
Nesse feitio sem igual
Num humor rebuscado
Na tua voz fico encantado
Raios!
Estou tão apaixonado!...
 
Foste feita para mim
E todo o tempo é insuficiente
Para contigo viver o presente
Foste feita para mim
 
A ninguém me dei tanto assim...
 
publicado por jangadadecanela às 15:51
link do post | comentar | ver comentários (29) | favorito
Quarta-feira, 24 de Setembro de 2008

Ser

 

Ser
Arquitecto de momentos
Pintor de sentimentos
Amigo do meu Amor
 
Por ti desenho e projecto
Edifico o tempo a dois
Procuro o que te move
Embrulho com afecto
 
Por ti mais do que sentir
Do amor a imensidão
Que mora no meu coração
A presença e a calma
Que ilumina a minha alma
 
Procuro descobrir
O que te faz viver
Entre o sonho e o desejo
Tudo faço por aprender
Realizar o que no teu coração vejo
 
Posso não ter jeito para surpreender
Revejo-me numa linda infância
A surpresa não consigo esconder
 
Ao teu lado procuro uma vida
Que nem a morte vai apagar
A nossa memória será redigida
Eterna será a nossa forma de abraçar
Eterna será a nossa forma de amar
 
P.S. Na intimidade do nosso olhar te direi o quanto eu gosto de ti…
 
publicado por jangadadecanela às 21:59
link do post | comentar | ver comentários (20) | favorito
Terça-feira, 23 de Setembro de 2008

...

 

O quarto estava escurecido pela luz do luar que se espreguiçava lá fora. A melancolia do espaço vazio à minha frente fez-me esquecer da minha existência. E lá estava o teu olhar, esses olhos que tremem repetidamente quando não querem entrar na luz da minha alma, com receio do que possa dizer, esses olhos que alimentam um sorriso mais belo que a aurora boreal num momento de pura felicidade. E lá estava o teu silêncio, deliciado nesse sorriso como se de um bolo de chocolate se tratasse. Inalei o ar que me apertava na procura de uma sensação de alivio, nas pernas que cediam, no sangue que apertava as veias, na dor que afligia a minha alma. Retornei a mim quando uma mão me levou a encontrar o teu cheiro na almofada deixada sobre a cama. Apenas ali estava eu mas ainda ali estávamos nós. Sentei-me no chão a tremer devagarinho de emoção. Apertei os fios do tapete branco por entre os dedos das minhas mãos pra eu não me fugir, levei os olhos ao chão para me orientar. Dos meus olhos alguém decidiu abrir a comporta que refreia o rio da tristeza e felicidade. Não estranhem… o rio é o mesmo… a magia é feita no momento em que abro os olhos e a lágrima cai... e esta é uma lágrima de profunda intensidade. Sinto-a deslizar pela pele lentamente, como se a cravasse para não se soltar até ao seu destino. Abro os olhos em direcção ao teu espaço vazio sobre os lençóis. Sei que não estas ali mas vejo o teu corpo pintado a transparência. Deitada sobre ti, dormes pacificamente num silencio apaziguador. Por momentos sou inundado por uma paz interior que acredito que só os anjos sejam capazes de sentir. Estás em mim, penso. E recupero-me de mim, inspiro agora o ar que me aquece e alimenta, ouço o meu coração bater mais forte e ritmado, as pernas sentem novamente o impulso do sangue e sigo… sigo porque… está na hora… está na hora de matar estas saudades…
publicado por jangadadecanela às 10:42
link do post | comentar | ver comentários (24) | favorito

.quem sou...

.Poesia


.pesquisar

 

.posts recentes

. Natal

. Viagem

. Amanhecer

. Esperança

. Sabor a Saudade

. É assim... e que sempre a...

. Infinito

. ...

. Ser

. 21 DE JULHO

. ...

. Tão Veloz Como o Desejo

. Alto Douro Vinhateiro

. O meu leito

. Astrolábio

. Aberto ou Fechado

. ...

. Risco

. SER...

. Partes

.favorito

. DE MÃO NA MÃO

. O CORAÇÃO ...

. DIVAGANDO ...

. AMOTE

. PORQUE...

. NÓS

. "HÁ GENTE QUE FICA NA HIS...

. OBRIGADA POR SERES EGOÍST...

. OU É UMA COISA OU OUTRA

. VAMOS TIRAR UMA FOTO?

.arquivos

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

.tags

. todas as tags

RSS

.pauzinhos...

online