Sexta-feira, 10 de Julho de 2009

Tempo alado

 

No vento alado vem o tempo
Selar com sangue este momento
Numa mão trás mais tempo
Noutra a prova deste sentimento
 
Tu que és como o vento
Que tudo levas à frente
Que trazes a carícia quente
Tu já não és quem invento
És a dona do meu tempo
 
No vento alado vem o tempo
Selar com sangue este momento
Numa mão trás mais tempo
Noutra a prova deste sentimento
 
Somos ondas de um mar
Sal que mata saudade
Leito para poder amar
Perdidos em qualquer idade
 
No vento alado vem o tempo
Selar com sangue este momento
Numa mão trás mais tempo
Noutra a prova deste sentimento
 
publicado por jangadadecanela às 10:49
link do post | comentar | favorito
8 comentários:
De pingodemel a 10 de Julho de 2009 às 10:55
:)

olá morzo..

...tanto e tanto...tempo ... para comemorar :)

beijocas
De jangadadecanela a 13 de Julho de 2009 às 10:06
olá querida,

... o tempo é como lã que precisa de duas mãos para se formar, e delas se soltam momentos que fazem da lã mais que tempo...

beijinho e parabéns!!!
De cuidandodemim a 10 de Julho de 2009 às 13:04
Há pessoas que querem ser donas do seu próprio tempo... outras desejam que alguém muito especial seja dono do seu tempo... Mas na realidade o tempo é alado e, sem percebermos, pode voar para longe...
Bom fim de semana!
De jangadadecanela a 13 de Julho de 2009 às 10:33
olá...

o tempo tudo pode ser, desde brisa a furacão, mas o melhor tempo é simplesmente aquele que queremos partilhar porque partilhado, tem muito mais sabor...

uma boa semana
e um abraço
Luis
De MIGUXA a 10 de Julho de 2009 às 15:01
Está lindo Luis...

É muito bom ler-te!!!

Um xi-kor bem apertado
Margarida
De jangadadecanela a 13 de Julho de 2009 às 10:35
Ola Margarida,

e é sempre bom ver-te por aqui. Obrigado.

um abraço
Luís
De Sheila a 12 de Julho de 2009 às 02:15
Olá Luis :)
Lindo este teu poema e tão verdadeiro no sentimento.
Que os ventos alados vos tragam tempos de plena felicidade, é o que desejo do fundo do meu coração.
Beijo grande para vocês
De jangadadecanela a 13 de Julho de 2009 às 10:37
olá Sheila,

Vou brincar um pouco com as palavras, mas é como se cada gota de sangue que se espalhe sobre o papel, ao secar, forme mais um poema...


um abraço
Luis

Comentar post

.quem sou...

.Poesia


.pesquisar

 

.posts recentes

. Natal

. Viagem

. Amanhecer

. Esperança

. Sabor a Saudade

. É assim... e que sempre a...

. Infinito

. ...

. Ser

. 21 DE JULHO

. ...

. Tão Veloz Como o Desejo

. Alto Douro Vinhateiro

. O meu leito

. Astrolábio

. Aberto ou Fechado

. ...

. Risco

. SER...

. Partes

.favorito

. DE MÃO NA MÃO

. O CORAÇÃO ...

. DIVAGANDO ...

. AMOTE

. PORQUE...

. NÓS

. "HÁ GENTE QUE FICA NA HIS...

. OBRIGADA POR SERES EGOÍST...

. OU É UMA COISA OU OUTRA

. VAMOS TIRAR UMA FOTO?

.arquivos

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

.tags

. todas as tags

RSS

.pauzinhos...

online