Quinta-feira, 30 de Setembro de 2010

Sabor a Saudade

 

É tão estranha esta impressão

Tão difícil de entender

Dentro de um imaginário

Feito de amor e de querer

 

É tão bom este sabor

Tão querido o teu sorriso

Sentir de perto o teu calor

Perder contigo o juízo

 

Estás dentro destas palavras

Dos dedos que as dão à luz

Sentados num vão de escadas

Sentimentos que não te fazem jus

 

Estás no sangue que me ferve

Estás nos olhos que me cegam

Estás no sabor que me arrepia

No sonho da noite e do dia

 

 

publicado por jangadadecanela às 13:18
link do post | comentar | favorito
10 comentários:
De Marta a 30 de Setembro de 2010 às 16:36
E assim chama-se amar de forma incondicional

beijinhos
De Beatriz a 30 de Setembro de 2010 às 18:14
Lindo. Amar na verdadeira acepção do sentir. Beijinhos.
De jangadadecanela a 1 de Outubro de 2010 às 10:58
Olá Beatriz, obrigado pela visita e pelo comentário :)

... Sentir por amar...

um abraço
Luís
De jangadadecanela a 1 de Outubro de 2010 às 10:54
olá Marta

É a forma mais simples... :)

um abraço
Luís
De comunicadoras a 30 de Setembro de 2010 às 19:11
É linda a palaavra saudade, de significado complexo e amplo. É enigmática a saudade...causa alegria...às vezes lágrimas...muita nostalgia na maioria das vezes, porque um momento precioso termina e no momento seguinte lá está a saudade como que a dizer-nos...já passou..., não volta mais. a todo o instante estamos a senti-la presente, quer seja dum carinho que se recebeu, dum momento que acabou, de vários acontecimentos passados que nos fizeram felizes, mas só voltam quando a saudade aperta. Felizes dos que sentem saudades ...é sinal de que tiveram vida, momentos , gestos que merecem um sorriso...uma lágrima...uma gargalhada quando os vamos buscar às prateleiras da memória. Esta palavra ficou bonita nas tuas mãos e provocou sorriso e emoção a quem foi dedicada. A quem leu, pode ter provocado muitas outras emoções...Um beijinho, Luis e parabéns
Emília
De jangadadecanela a 1 de Outubro de 2010 às 11:01
olá Emilia,

Complexa, contraditória por vezes, nos sentimentos que conduz... por isso tanto podemos dizer... tanto podemos sentir... é como a sede, sacia-se...

ps: fico muito feliz por teres gostado do texto

um grande abraço
Luís
De pingodemel a 4 de Outubro de 2010 às 16:49
estás em tudo que mexe....em tudo que vejo...em tudo que sinto :)

beijocas
De jangadadecanela a 7 de Outubro de 2010 às 10:39
so do you...

beijinho
De MIGUXA a 6 de Outubro de 2010 às 22:17
Luís,

Que bom amigo, ler-te sara as feridas da alma, adoça os corações...

Parabéns por mais um belo poema de apaixonado sentimento.

Xi-kor apertado
Margarida
De jangadadecanela a 7 de Outubro de 2010 às 10:40
olá Margarida,

Fico feliz por assim ser... :)

Um abraço
Luís

Comentar post

.quem sou...

.Poesia


.pesquisar

 

.posts recentes

. Natal

. Viagem

. Amanhecer

. Esperança

. Sabor a Saudade

. É assim... e que sempre a...

. Infinito

. ...

. Ser

. 21 DE JULHO

. ...

. Tão Veloz Como o Desejo

. Alto Douro Vinhateiro

. O meu leito

. Astrolábio

. Aberto ou Fechado

. ...

. Risco

. SER...

. Partes

.favorito

. DE MÃO NA MÃO

. O CORAÇÃO ...

. DIVAGANDO ...

. AMOTE

. PORQUE...

. NÓS

. "HÁ GENTE QUE FICA NA HIS...

. OBRIGADA POR SERES EGOÍST...

. OU É UMA COISA OU OUTRA

. VAMOS TIRAR UMA FOTO?

.arquivos

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

.tags

. todas as tags

RSS

.pauzinhos...

online