Terça-feira, 2 de Fevereiro de 2010

Enamorados

 

Cai o céu ao fim da tarde
Com o seu manto sobre a terra
Releva um mundo na escuridão
Tantos segredos em si encerra
 
Cobre a terra à noitinha
Num abraço celestial
E sussurra-lhe ao ouvido
"Como tu não há igual"
 
E fala de terras distantes
De aventuras e desventuras
De estrelas tão brilhantes
Mas nenhuma como a sua
 
Tocam-se no infinito
Na linha do horizonte
De tão perto é tão longe
Céu e terra, a monte.
 
publicado por jangadadecanela às 10:05
link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito

.quem sou...

.Poesia


.pesquisar

 

.posts recentes

. Enamorados

.favorito

. DE MÃO NA MÃO

. O CORAÇÃO ...

. DIVAGANDO ...

. AMOTE

. PORQUE...

. NÓS

. "HÁ GENTE QUE FICA NA HIS...

. OBRIGADA POR SERES EGOÍST...

. OU É UMA COISA OU OUTRA

. VAMOS TIRAR UMA FOTO?

.arquivos

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

.tags

. todas as tags

RSS

.pauzinhos...

online