Quinta-feira, 30 de Setembro de 2010

Sabor a Saudade

 

É tão estranha esta impressão

Tão difícil de entender

Dentro de um imaginário

Feito de amor e de querer

 

É tão bom este sabor

Tão querido o teu sorriso

Sentir de perto o teu calor

Perder contigo o juízo

 

Estás dentro destas palavras

Dos dedos que as dão à luz

Sentados num vão de escadas

Sentimentos que não te fazem jus

 

Estás no sangue que me ferve

Estás nos olhos que me cegam

Estás no sabor que me arrepia

No sonho da noite e do dia

 

 

publicado por jangadadecanela às 13:18
link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito

.quem sou...

.Poesia


.pesquisar

 

.posts recentes

. Sabor a Saudade

.favorito

. DE MÃO NA MÃO

. O CORAÇÃO ...

. DIVAGANDO ...

. AMOTE

. PORQUE...

. NÓS

. "HÁ GENTE QUE FICA NA HIS...

. OBRIGADA POR SERES EGOÍST...

. OU É UMA COISA OU OUTRA

. VAMOS TIRAR UMA FOTO?

.arquivos

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

.tags

. todas as tags

RSS

.pauzinhos...

online