Terça-feira, 15 de Julho de 2008

Estás em mim

 

Desenrolo um fio pelas horas que passo a pensar…
Caminho sobre ele com a certeza de que não vou cair…
Pareço um artista, um equilibrista, neste meu sentir…
Na noite, penumbra, luz da tua imagem que inunda…
 
O meu eu…
Que toca o teu…
 
Que une os dias
Num tempo corrido
E nunca perdido
Um tempo amigo…
 
Enrolo o tempo que passei a pensar em ti…
 
E solto-o…
Ao vento…
Este tempo…
 
Que te beija e acaricia
Que te acorda num novo dia
Num sorriso que irradia…
 
o meu olhar…
que me deixa sem pensar
 
ouço apenas o que o coração me diz
Luís, tu és… feliz!
publicado por jangadadecanela às 11:48
link do post | comentar | ver comentários (42) | favorito
Segunda-feira, 14 de Julho de 2008

Um Dia

 

 
Um dia acordei a sonhar
No dia em que ia acordar
De um sonho a realizar
No dia em que te encontrar
 
Noites de sonho ao teu lado
A dormir ou acordado
Ventos que sopram sentir
Onde eu me deixo ir
 
Noites de céu estrelado
Num longo beijo apaixonado
Gotas de mar e de luar
De onde bebo o teu olhar
 
Um doce e leve acordar
No teu perfume inundado
Um sorriso vai ao horizonte
Volta e fica a ti agarrado
 
publicado por jangadadecanela às 17:28
link do post | comentar | ver comentários (14) | favorito

Realidade

 

Materialização de um sonho

Em forma de sorriso e perfume

Sacodem o coração

O atiçam até fazer lume

 

Timidez sentida no meu olhar

Que no infinito procura destino

Sem querer deixar de te fitar

 

Cá dentro, uma revolução

É o sangue que aquece

São os sentidos em ebulição

 

Não sei se rio ou se choro

Analfabeto, não sei o que fazer

O amor nota-se em cada poro

Deste meu que é teu ser

tags: ,
publicado por jangadadecanela às 10:26
link do post | comentar | ver comentários (18) | favorito
Sexta-feira, 11 de Julho de 2008

Puzzle

 

Vejo as palavras no ar
Troçam de mim
Não se deixam agarrar
 
Olham-me com escárnio
Chamam-me ingénuo
Rio e choro em simultâneo
 
Com elas hoje não posso namorar
Com ciúme fizeram um motim
O que será agora de mim?
 
Quero mas não posso
Posso mas não devo
Devo mas não me atrevo…
tags:
publicado por jangadadecanela às 22:31
link do post | comentar | ver comentários (25) | favorito

Amor Feiticeiro

 

Porque será que tremo
Que sofro só de pensar
Pergunto mas não sei o que temo
Sei que te continuo a amar
 
Aproximo-me e o coração cresce
Não me dói mas aperta
É o amor que se liberta
No espaço que o corpo oferece
 
O ar rareia, custa-me a respirar
De tão alto que estás no meu mundo
Estás no cume, nunca no fundo
Estás no céu que quero conquistar
 
A poção do amor, sinto-a entrar
Pelo sangue já está a circular
Ébrio, começo a deambular
Sou criança, já nem sei andar!
 
É neste estado que me encontras
Nervoso e a transpirar
A acordar de um sonho
Onde para ti ia a caminhar
publicado por jangadadecanela às 10:49
link do post | comentar | ver comentários (18) | favorito

.quem sou...

.Poesia


.pesquisar

 

.posts recentes

. Natal

. Viagem

. Amanhecer

. Esperança

. Sabor a Saudade

. É assim... e que sempre a...

. Infinito

. ...

. Ser

. 21 DE JULHO

. ...

. Tão Veloz Como o Desejo

. Alto Douro Vinhateiro

. O meu leito

. Astrolábio

. Aberto ou Fechado

. ...

. Risco

. SER...

. Partes

.favorito

. DE MÃO NA MÃO

. O CORAÇÃO ...

. DIVAGANDO ...

. AMOTE

. PORQUE...

. NÓS

. "HÁ GENTE QUE FICA NA HIS...

. OBRIGADA POR SERES EGOÍST...

. OU É UMA COISA OU OUTRA

. VAMOS TIRAR UMA FOTO?

.arquivos

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

.tags

. todas as tags

RSS