Terça-feira, 12 de Maio de 2009

Há sempre um pouco mais

Amor tal e qual o vejo, nasce num instante, nunca morre e está sempre presente. Entraste na minha vida, desde esse momento que me completas, desde esse momento que há sempre algo a fazer, a dizer, a calar, a sussurrar, a planear, a viver… e de manhã, com mais ou menos sono, olho sempre para ti e sorrio… porque “ainda não acabei de te amar”…

 

publicado por jangadadecanela às 16:42
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
Segunda-feira, 11 de Maio de 2009

No olhar

 

Está no olhar
O que dita o coração
Faz-nos corar
Faz-nos dar a mão
 
Está no olhar
O que vê a emoção
Ficamos sem ar
Perante tal visão
 
Está no olhar
Beleza impar
Posso até jurar
Assim é amar
 
Está no olhar
A mais bela de todas
Posso mesmo jurar
Preparem as bodas
 
Está no olhar
o presente e o futuro
Bravo é o mar
e o abrigo, seguro
 
Está no olhar
Está em mim
Estás a brilhar
És bela, és sim!
 
publicado por jangadadecanela às 15:05
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Quinta-feira, 7 de Maio de 2009

Sede

 

Ontem demorei a adormecer. Estava feliz. Mesmo feliz, sabem? Foi um daqueles dias em que me deitei a irradiar felicidade por cada poro da minha pele, por cada raio do meu olhar. Por nada em especial. Por tudo em particular. Por nada e por tudo porque bastou um quase nada para ter um quase tudo.
 
O dia foi cansativo mas no momento do regresso a casa instalou-se aquela sensação de bem-estar que nos inunda de serenidade  depois de selado o abraço que nos define, quente, um pouco apertado, profundo como o sentimento que me preenche. Costumo dizer que não sei viver sem ti e esta frase aplica-se a tudo o que faço contigo com uma intensa sensação de verdadeiro amor. São tantos os momentos em que estás em mim. Às 11h11m por exemplo, ou num girassol que encontro no caminho, ou numa pedra que transformo em coração, ou numa rosa branca que vi e que ainda não te ofereci, na montra da florista. Ou simplesmente quando teobservo pela casa e sorrio, como se estivesse mergulhado numa nuvem branca de felicidade e sentisse no ar a força deste amor.
 
E gosto. Gosto verdadeiramente. Daquele instante em que o coração bate mais depressa antes de te ver. Ansiedade? Desejo? Vontade? Saudade? Seja o que for, é só e apenas porque te quero, tanto que não consigo parar de o dizer.
 
Amor é desafio. Constante. É uma aprendizagem contínua em que quanto mais sabemos sobre ele, mais nos apercebemos do quanto mais ainda podemos aprender. Por isso não se esgota. Por isso é um livro em que o fim ainda não foi escrito. Por isso, a cada página que lemos, mais dez paginas são escritas. E bebemos dele. A sabedoria da vida, do dia, do momento.
 
Tenho sede. Bebo de ti, do amor que me preenche. E a sede não se extingue, apenas se sacia.
 
Está na hora… Tenho sede.
 
publicado por jangadadecanela às 11:19
link do post | comentar | ver comentários (14) | favorito

.quem sou...

.Poesia


.pesquisar

 

.posts recentes

. Natal

. Viagem

. Amanhecer

. Esperança

. Sabor a Saudade

. É assim... e que sempre a...

. Infinito

. ...

. Ser

. 21 DE JULHO

. ...

. Tão Veloz Como o Desejo

. Alto Douro Vinhateiro

. O meu leito

. Astrolábio

. Aberto ou Fechado

. ...

. Risco

. SER...

. Partes

.favorito

. DE MÃO NA MÃO

. O CORAÇÃO ...

. DIVAGANDO ...

. AMOTE

. PORQUE...

. NÓS

. "HÁ GENTE QUE FICA NA HIS...

. OBRIGADA POR SERES EGOÍST...

. OU É UMA COISA OU OUTRA

. VAMOS TIRAR UMA FOTO?

.arquivos

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

.tags

. todas as tags

RSS