Terça-feira, 13 de Maio de 2008

Não deixei o tempo ter tempo

 

Não sabia o que fazer
Era um dia diferente
Tinha tempo no tempo
 
Estupidifiquei…
 
Pasmei na incerteza
Sem saber olhar para o relógio
Roguei para que o tempo fosse embora
Não queria este momento!
 
E foi então…
 
Que tu chegaste
Vinda do nada
Do tempo que sobrou
 
E foi assim…
 
Que o tempo marcado no relógio
Se mudou para a batida do meu coração
 
Cúmplice, o momento ficou
Não deixei o tempo ter tempo
E connosco se enroscou
tags:
publicado por jangadadecanela às 13:49
link do post | comentar | favorito
19 comentários:
De pingodemel a 13 de Maio de 2008 às 13:58
:)
olá Luis
"não deixei o tempo ter tempo"...ás vezes era tão bom que assim fosse
De jangadadecanela a 13 de Maio de 2008 às 14:45
nós conseguimos... muitas vezes... as vezes não nos apercebemos, mas conseguimos...

:)
De pingodemel a 13 de Maio de 2008 às 16:09
:)...lembrei-me agora...que sim...afinal concordo
abraço e até amanhã
De jangadadecanela a 13 de Maio de 2008 às 16:27
um abraço e até amanhã
De MARIA a 13 de Maio de 2008 às 14:55
PARA AQUELES QUE AMÁMOS DEVEMOS TER "TODO O TEMPO DO MUNDO". ISTO É MUITO, MUITO IMPORTANTE, PARA QUE MAIS TARDE NÃO NOS ARREPENDÁMOS. FELIZMENTE, TENHO ISSO MUITO PRESENTE NA MINHA VIDA.
PARECE QUE O NOSSO POETA JÁ REVELOU O NOME, LUÍS. GOSTO MUITO.
BOA SEMANA PARA TODOS.
MARIA MANUEL.
De jangadadecanela a 13 de Maio de 2008 às 15:07
Olá Maria Manuel,

Sim, tens razão... devemos sempre ter tempo para quem de nós precisa.

Ainda bem que regressaste, que eu ja estava cá a pensar que já tinha esgotado os meus devaneios sobre o amor, que já não era merecedor de uma critica tua... :)

benvinda de volta!

Luuís, do Porto... cidade.
De Blue Eyes a 13 de Maio de 2008 às 14:55
Acontece. Mas o mais frequente é querermos que o relógio pare e o sacana ainda anda é mais depressa!

Abraço
De jangadadecanela a 13 de Maio de 2008 às 15:08
Amigo, como o teu post sobre uma viagem á noite bem demonstrou, o sacana do relógio foi um grande companheiro teu... :)
De Blue Eyes a 13 de Maio de 2008 às 16:08
Bem visto! Mesmo sacana!

Abraço
De jangadadecanela a 13 de Maio de 2008 às 16:28
:)
De MARIA a 13 de Maio de 2008 às 16:01
MESMO QUANDO NÃO COMENTO, VENHO SEMPRE VER O TEU BLOG.
E GOSTO MUITO DOS TEUS POEMAS.
MARIA MANUEL, DO PORTO....CIDADE DA MAIA.
De jangadadecanela a 13 de Maio de 2008 às 16:28
fico contente...

um abraço,
Luís
De Subjectividades a 13 de Maio de 2008 às 16:40
Não deixar o tempo ter tempo é uma característica nossa em especial da juventude, o querer viver depressa!! mas depois e geralmente quando perdemos algo ou alguém importante passamos a agir de maneira diferente. Isto é tão só a minha opinião e acho também que a vida nos dá sempre chance para recuperarmos o tempo, assim a gente aprenda!
Gostei aliás gosto muito da maneira como escreves.

Um abraço
De jangadadecanela a 13 de Maio de 2008 às 17:06
concordo contigo... normalmente com o trabalho e os filhos o tempo voa... e por vezes quando temos um pouco de tempo até parece que não sabemos o que fazer com ele, uma excepção surge quando estamos junto de quem amamos.

no meu caso, como ando sempre a correr, por vezes tenho dificuldade em parar... o stress até parece maior do que quando tenho muitas coisas para fazer...

fico contente por gostares de me ler... :)
De Velucia a 14 de Maio de 2008 às 06:23
Olá Jangada! Também gosto de ler-te e... pensando no tempo... e no que escreveu, também tive um período que queria que o tempo fosse embora logo, ou ele iria ou eu morreria de tédio de nada poder fazer (fisicamente nada). Então o recurso foi começar a escrever... sem mesmo entender como proceder na escrita, na gramática, etc. , etc. . Esse tempo passou e eu superei! Agora... não vejo a hora desse tempo correr, o mais depressa possível!
De jangadadecanela a 14 de Maio de 2008 às 10:14
Olá!

Raramente tenho um tempinho de sobra mas tenho muita coisa que quero fazer quando tiver. a primeira será descansar, mas logo a seguir tenho muitos planos para o ocupar. Mas em duvida que o tempo partilhado com quem amamos é o mais saboroso...
De jangadadecanela a 14 de Maio de 2008 às 10:14
... e obrigado pelo elogio!
De Vanda a 14 de Maio de 2008 às 13:35
Na corrida contra o tempo, para trás deixamos sempre aquilo que julgamos ser talvez, o menos importante, todos os dias é a mesma contagem decrescente... Até que um dia acordamos cansados e vazios, porque o que fica para trás, acaba por de perder na corrida da vida, no cansaço das vitórias e derrotas, no tempo que se esgota. Para trás ficamos " Nós ", aguardando um tempo que não virá. Por isso é necessário parar, respirar fundo, olhar em redor e pensar... Esta é a minha hora.
De jangadadecanela a 14 de Maio de 2008 às 13:56
temos que tomar constantemente essas decisoes todos os dias, o que vale a pena adiar ou fazer agora... espero estar a faze-lo com consciencia porque estou a adiar alguns projectos para mais tarde...

abraço!

Comentar post

.quem sou...

.Poesia


.pesquisar

 

.posts recentes

. Natal

. Viagem

. Amanhecer

. Esperança

. Sabor a Saudade

. É assim... e que sempre a...

. Infinito

. ...

. Ser

. 21 DE JULHO

. ...

. Tão Veloz Como o Desejo

. Alto Douro Vinhateiro

. O meu leito

. Astrolábio

. Aberto ou Fechado

. ...

. Risco

. SER...

. Partes

.favorito

. DE MÃO NA MÃO

. O CORAÇÃO ...

. DIVAGANDO ...

. AMOTE

. PORQUE...

. NÓS

. "HÁ GENTE QUE FICA NA HIS...

. OBRIGADA POR SERES EGOÍST...

. OU É UMA COISA OU OUTRA

. VAMOS TIRAR UMA FOTO?

.arquivos

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

.tags

. todas as tags

RSS