Terça-feira, 3 de Junho de 2008

há noites assim

 

Solidão que se instala
Uma praga que se espalha
 
Coração que dói com o peso
Peso de não sentir o amor
Amordaçado na dor
 
Olhos que guardam as lágrimas
que pesam nos olhos
que rogam para ser vertidas
que ardem aprisionadas
 
e choro sem lágrimas
escorro para dentro
tudo chega ao coração
encharcado em dor
 
boca cerrada
sorriso morto
 
onde estou eu
que não me encontro
 
onde estou
morto?
 
Estou onde não estou
Sou quem não sou
Vou para onde não vou
Sinto o que não sinto
 
Tudo falso
Tudo perdido
Sem amor
Sem sentido
publicado por jangadadecanela às 23:38
link do post | comentar | favorito
16 comentários:
De MIGUXA a 4 de Junho de 2008 às 00:20
São apenas momentos...

Há que chorar quando disso depende a libertação do nosso espírito. Não guardes para ti todo o sofrimento que sentes, procura amparo nas mãos que para ti se abrem e, não finjas que não vês.

Sê aquilo que és
E sê feliz

Boa noite
Luis

Xi-kor
Margarida
De jangadadecanela a 4 de Junho de 2008 às 00:50
Olá Margarida, foi só um grito, já passou...

obrigado,
Luís
De Blue Eyes a 4 de Junho de 2008 às 00:37
Há noites e há dias. Mas a malta é forte e supera isso tudo. Pelo menos tenta-se, não é?

Abraço e boa noite!
De jangadadecanela a 4 de Junho de 2008 às 00:55
Viva Blue,

Foi só uma "travadinha" do sistema operativo... apliquei-lhe a receita do engenheiro e já esta tudo ok.

abraço
De Subjectividades a 4 de Junho de 2008 às 09:48
Bom dia meu amigo!

Agora ao ler-te quase me parecia estar a ler Pessoa.
Escreves tão bem com tanto sentimento!
Mas é assim
Não te encharques na dor
vive, sorri
que o amor sorrirá para ti
O amor tem sempre sentido
por isso mesmo que doa ama!

Um abraço
De jangadadecanela a 4 de Junho de 2008 às 12:43
Olá Isabel... isto ontem foi assim uma "travadinha" que me deu... já passou. e enquanto a a ter essa travadinha... escrevi sem olhar para o que estava a escrever e larguei aqui...

entretanto, a travadinha passou e já cá estou, cheio de vontade de viver no amor, com ou sem dor...

:)

abraço grande
Luís
De Subjectividades a 4 de Junho de 2008 às 12:56
Olá amigo!
Eu sei, que há noites, momentos assim, mas também sei que eles passam!

Um abraço
De jangadadecanela a 4 de Junho de 2008 às 13:12
graças a Deus!
De pingodemel a 4 de Junho de 2008 às 09:57
...há noites assim ... mas depois da noite nasce sempre um novo dia ...
De jangadadecanela a 4 de Junho de 2008 às 12:53
Bom dia Joana,

uma grande verdade... ainda bem que este momento foi passageiro, foi assim uma especie de "travadinha". mas o tico e o teco (os meus 2 neurónios) recuperaram da situação.
De pingodemel a 4 de Junho de 2008 às 14:04
fizeste-me rir, há muito que não ouvia (neste caso lia) o termo travadinha , quando começava a dizer muitos disparates seguidos a minha mãe costumava-me dizer: "ui está-te a dar a travadinha?"
De jangadadecanela a 4 de Junho de 2008 às 15:07
devias ver-me com os meus filhos... sou um "palhaço" autentico, sempre a inventar expressões e a dramatizar e imaginar com eles... rio-me bastante com eles... e muitas vezes é daí que me saiem estas expressões...

um abraço

nota: rir é... booooommmmmm!!!!!
De Bichana a 4 de Junho de 2008 às 12:37
Há noites e dias assim!... Gostei do poema, não do sentimento de solidão...
Bjnhos
De jangadadecanela a 4 de Junho de 2008 às 12:54
Olá, ja passou.... foi passageiro... e ainda bem que assim foi... dependeu só de mim recuperar do momento...

um abraço,
Luís
De MIGUXA a 4 de Junho de 2008 às 21:46
Boa noite Luis,

Interessante essa tua história sobre a origem da jangada. Há pequenas grandes coisas que têm enorme significado na nossa vida e que coleccionamos porque...sim. As vivências do dia a dia vão-nos dando estrutura para construir um futuro melhor..

Beijo
Margarida
De jangadadecanela a 4 de Junho de 2008 às 22:14
Olá Margarida,

é como dizes, são pequenas grandes coisas... que tornam a vida... linda.

um beijo,
Luís

Comentar post

.quem sou...

.Poesia


.pesquisar

 

.posts recentes

. Natal

. Viagem

. Amanhecer

. Esperança

. Sabor a Saudade

. É assim... e que sempre a...

. Infinito

. ...

. Ser

. 21 DE JULHO

. ...

. Tão Veloz Como o Desejo

. Alto Douro Vinhateiro

. O meu leito

. Astrolábio

. Aberto ou Fechado

. ...

. Risco

. SER...

. Partes

.favorito

. DE MÃO NA MÃO

. O CORAÇÃO ...

. DIVAGANDO ...

. AMOTE

. PORQUE...

. NÓS

. "HÁ GENTE QUE FICA NA HIS...

. OBRIGADA POR SERES EGOÍST...

. OU É UMA COISA OU OUTRA

. VAMOS TIRAR UMA FOTO?

.arquivos

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

.tags

. todas as tags

RSS

.pauzinhos...

online