Quinta-feira, 12 de Junho de 2008

Arrepio

 

Doce cascata de agua fria
Entre pedras nascida
Imponente na paisagem
Fonte que cria vida
 
Gelo que enrija a pele
Se só eu estivesse
És doce como o mel
Fogo que o meu coração aquece
 
Unidos pela agua
Que não existe entre nós
À paixão damos voz
Sem medo nem mágoa
 
Sinto agora o arrepio
Mas não é do frio
São corpos em erupção
Que degelam o coração
publicado por jangadadecanela às 20:57
link do post | favorito
De MARIA a 12 de Junho de 2008 às 22:02
Vamos lá ver se eu entendi o poema? A musa pode ser altiva e fria como a àgua de uma cascata (deve ter personalidade), mas também pode ser doce como o mel (emotiva, sensivel). E derrete o coração do nosso poeta, que junto com a sua musa entram ambos em erupção. Confesso que "unidos pela àgua", não percebi bem ( a menos que fossem ambos signos de àgua, coisa que o nosso Luís não é). Mas gostei, gosto de homens sensiveis que apreciam mulheres com personalidade, muito sensíveis.... mas que são verdadeiros vulcões. Deve ser uma caranguejo, com ascendente em carneiro. cuidado isso é fogo!
Boa noite!
De pingodemel a 13 de Junho de 2008 às 12:45
...não ligo muito aos signos...mas confesso que gostei da "definição" de uma caranguejo :) ... estou sempre a aprender :)
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 


.quem sou...

.Poesia


.pesquisar

 

.posts recentes

. Natal

. Viagem

. Amanhecer

. Esperança

. Sabor a Saudade

. É assim... e que sempre a...

. Infinito

. ...

. Ser

. 21 DE JULHO

. ...

. Tão Veloz Como o Desejo

. Alto Douro Vinhateiro

. O meu leito

. Astrolábio

. Aberto ou Fechado

. ...

. Risco

. SER...

. Partes

.favorito

. DE MÃO NA MÃO

. O CORAÇÃO ...

. DIVAGANDO ...

. AMOTE

. PORQUE...

. NÓS

. "HÁ GENTE QUE FICA NA HIS...

. OBRIGADA POR SERES EGOÍST...

. OU É UMA COISA OU OUTRA

. VAMOS TIRAR UMA FOTO?

.arquivos

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

.tags

. todas as tags

RSS