Segunda-feira, 16 de Junho de 2008

Confia em mim

Hoje peguei no tema do post da Joana e como é um tema que me toca bastante, escrevi sobre ele....

 

Confio que sei o que quero
Acredito no meu coração
Caminho que piso e espero
Seguro, na tua mão
 
Quero ver na tua voz,
Quero sentir no teu olhar
Sinais de recíproca confiança
Pois ao teu lado quero ficar
 
A dúvida declarada
Dilacera uma ferida
Que se alimenta de si própria
Que no limite destrói a vida…
 
A vida... e o amor…
tags: ,
publicado por jangadadecanela às 12:53
link do post | comentar | favorito
27 comentários:
De pingodemel a 16 de Junho de 2008 às 13:46
olá Luis
...a confiança é a base de tudo ... quem confia respeita ...
"A dúvida declarada dilacera uma ferida que se alimenta de si própria que no limite destrói a vida"
...que não confia vive na duvida...vive na insegurança...deixa de ser ela propria e torna-se uma pessoa amarga ...
...sei que já passas-te por isso e acho que também já te disse que não admito que desconfiem de mim ...
um abraço
De jangadadecanela a 16 de Junho de 2008 às 16:00
Olá Joana,

assino por baixo tudo que disseste...

um abraço
Luís
De Subjectividades a 16 de Junho de 2008 às 14:41
Olá luís

Confiar e inspirar confiança é a maneira mais verdadeira de nos darmos aos outros. A dúvida até será legitima mas o que destrói o que dilacrea é a mentira.
Um abraço
De jangadadecanela a 16 de Junho de 2008 às 16:03
Olá Isabel,

da forma como eu vejo, as duvidas também dilaceram... nestes casos existem 2 verdades porque uma das partes não acredita... ou seja, para essa parte, é uma mentira...

um abraço,
Luis

De Subjectividades a 16 de Junho de 2008 às 16:21
Olá Luís
Eu entendi mas a dúvida não é ainda uma certeza seja da verdade seja da mentira. Cabe a nós desfazer dúvidas se o não conseguimos ainda há duas verdades. Ou a outra pessoa é cega a alguns factos ou nós fomos pouco convincentes! seja como for é di´ficil ultrapassar a desconfiança quando ela se instala mas quando se quer muito alguma coisa deixa de haver impossíveis!
Eu sou e quero ser sempre uma sonhadora....

Um abraço
De jangadadecanela a 16 de Junho de 2008 às 16:39
já houve alturas em que não consegui desfazer as duvidas... depois cansei de tentar explicar... depois passei a fazer de conta... depois de alguns ciclos assim, no final, deixei de amar...

talvez o meu limite fosse baixo, talvez tanta coisa...

abraço
De Subjectividades a 16 de Junho de 2008 às 16:48
Esse talvez não deixa de ser uma dúvida né.....
Vá lá homem arrisca e acredita, confia, eu fico a torcer por ti.

Um abraço
De jangadadecanela a 16 de Junho de 2008 às 16:57
Essa relação terminou e não tem retorno. Daqui para a frente, só Deus sabe o que vai acontecer... o importante é manter a capacidade para amar e não amargurar!

um abraço Isabel
De MARIA a 16 de Junho de 2008 às 15:22
Se eu escreve-se no papel episódios da minha vida, não conseguia retratar com tanta fidelidade, os sentimentos que senti.
Primeiro alguém não te cativa. Depois de muito tempo consegue cativar-te. depois apaixonaste. Depois queres sentir segurança no amor da outra pessoa. Mas sentes insegurança. E retraiste. E toleras....... e sentes insegurança.............. mas depois sentes segurança..............mas voltas a sentir insegurança!
Mentiras??? verdades????? E quando a outra pessoa te diz que não tem a certeza do que quer na vida? E que vai receber na sua casa uma amiga que vem comprar mobília ao IKEA?e QUE ESTÁ A SER "ABSOLUTAMENTE SINCERO". è quando o amor dá lugar à dor!
SEGURANÇA É FUNDAMENTAL, DE OUTRA FORMA MAIS VALE SÓ QUE MAL ACOMPANHADA!
UM ABRAÇO,
MARIA.
De jangadadecanela a 16 de Junho de 2008 às 16:10
olá Maria,

os caminhos dos relacionamentos são tão tortuosos... e no final, é como tu dizes, mais vale só...

um abraço,
Luís
De Bichana a 16 de Junho de 2008 às 17:06
E eu também confio em ti, para nos deliciares com os teus belos poemas e palavras de amizade!
Bjnhos
De jangadadecanela a 16 de Junho de 2008 às 18:15
:)

espero estar à altura....

um beijinho,
Luís
De Rosa e Azul a 16 de Junho de 2008 às 21:10
A confiança é a base de qualquer relação, sem ela tudo se destrói.
Quando duvido de algo tento esclarecer para que esta duvida não se transforme em desconfiança e não destrua a vida.
Abraçinho
Ana
De jangadadecanela a 16 de Junho de 2008 às 23:54
Olá Ana, eu também mas há alturas em que parece que comunicamos em frequencias diferentes e tudo sai distorcido. Não se ouve, não se quer ouvir ou entao ouve-se o que se quer ouvir...

Enfim, para mim ainda bem que ja está no passado... :)

um abraço,
Luís
De Blue Eyes a 16 de Junho de 2008 às 21:26
Boa noite Luis!
Se ainda existe dúvida, há que desfazê-la o mais rapidamente possível. Agora sem confiança é que nada feito.

Um grande abraço, amigo!

Ricardo
De jangadadecanela a 16 de Junho de 2008 às 23:55
Olá Ricardo, para mim neste momento não há dúvidas. Ja ouve no passado.

grande abraço,
Luís
De cuidandodemim a 16 de Junho de 2008 às 21:41
Olá!
Vim parar aqui ao teu blog e gostei do que li.
Também já senti isso e sei como dói, a incerteza, a dúvida da reciprocidade dos sentimentos... e é como dizes, pode destruir o amor... e uma vida...
De jangadadecanela a 17 de Junho de 2008 às 00:01
Olá,

Obrigado pela visita e pelo comentário :) Nesta jangada há sempre um lugar a mais.

no meu caso, ambos saimos penalizados. Eu, que precisava que acreditasse em mim, nao tinha feito nada de errado, apenas tinha uma vida complicada de gerir onde a confiança é fundamental... Para ela a duvida era uma constante... não encontramos meio termo e no final... o meu amor desapareceu e ela não compreendeu... provavelmente doeu mais a ela do que a mim... nao sei...

um abraço
Luís
De MIGUXA a 16 de Junho de 2008 às 23:45
É a dúvida a causa de muito sofrimento entre pessoas que se amam .

Será que quem duvida, ama efectivamente o outro ou ama-se acima de tudo a si próprio.

Boa noite e parabéns pelo poema
Xi-kor Luis
Margarida
De jangadadecanela a 17 de Junho de 2008 às 00:04
Olá Margarida,

sinceramente não sei... amor, amor-possessão, não sei... sei que destroi...

um abraço,
Luís
De InêsCabral a 17 de Junho de 2008 às 04:33
A confiança é essencial para que um relacionamento resulte e a falta dela a sua destruição!
É sempre bom vir aqui...
Beijinhos
De jangadadecanela a 17 de Junho de 2008 às 10:25
Olá Inês... concordo contigo a 100%. Ainda bem que esta jangada é aprazivel :)

beijo
Luís
De Velucia a 17 de Junho de 2008 às 05:08
"caminho que piso e espero"

Caminho que seria feliz
Esperei tanto este momento
Mas tiraram o meu querer
Já não sei onde pisar
Nem sei p'ra onde ir.


De jangadadecanela a 17 de Junho de 2008 às 10:27
Olá....

espero que seja apenas um momento de indefinição e que logo logo consigas escolher um caminho...

beijo grande
Luís

Comentar post

.quem sou...

.Poesia


.pesquisar

 

.posts recentes

. Natal

. Viagem

. Amanhecer

. Esperança

. Sabor a Saudade

. É assim... e que sempre a...

. Infinito

. ...

. Ser

. 21 DE JULHO

. ...

. Tão Veloz Como o Desejo

. Alto Douro Vinhateiro

. O meu leito

. Astrolábio

. Aberto ou Fechado

. ...

. Risco

. SER...

. Partes

.favorito

. DE MÃO NA MÃO

. O CORAÇÃO ...

. DIVAGANDO ...

. AMOTE

. PORQUE...

. NÓS

. "HÁ GENTE QUE FICA NA HIS...

. OBRIGADA POR SERES EGOÍST...

. OU É UMA COISA OU OUTRA

. VAMOS TIRAR UMA FOTO?

.arquivos

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

.tags

. todas as tags

RSS

.pauzinhos...

online