Terça-feira, 17 de Junho de 2008

Primeiro amor

 
Se soubesses que sinto um nó no estômago quando ao longe te vejo
Se sentisses o olhar que guardo cabisbaixo quando não me atrevo
Se visses o sorriso aberto do coração que arde quanto te toca
Se tocasses na minha mão verias que vibro mais que o coração
 
Discreto é certo mas certo que correcto o que não faço para não te perder…
Na amizade sentida e dividida entre momentos no tempo que não sinto passar
 
Esborracho o amor numa folha de papel prensada na vida de uma arvore que morre
Será que acho que desta forma despida chego a algum lado que não o passado
 
Um dia deitado em cima de mim, decidi nascer
Sacudi a poeira na beira da eira e olhei para o céu
Estendi as asas junto ao precipício e decidi arriscar
E preso num beijo, um tímido beijo a paz fui encontrar
Um voo picado num ar enevoado quase me deitou ao chão
Um abraço rasgado projectou-me no céu como se fosse um raio ou um avião…

 
tags:
publicado por jangadadecanela às 14:01
link do post | comentar | favorito
21 comentários:
De MARIA a 17 de Junho de 2008 às 14:22
NÃO HÁ NADA COMO A INOCÊNCIA MISTURADA COM O AMOR.
O NOSSO PRIMEIRO AMOR DE INFÂNCIA....
O NOSSO PRIMEIRO AMOR....
AS NOSSAS MELHORES RECORDAÇÕES.......
E A REALIDADE, O DIA A DIA...............................
MAS É BOM SABER QUE HÁ PESSOAS QUE CONSEGUEM ESCREVER COM SENSIBILIDADE E CONSERVAM UMA CERTA INOCÊNCIA.
MARIA.
De jangadadecanela a 17 de Junho de 2008 às 15:19
Olá Maria, para quê perder as coisas boas (inocência) da vida?

abraço
Luis
De Bichana a 17 de Junho de 2008 às 14:26
Pois é... cada dia escreves melhor... parabéns!
Adorei, como também gosto de recordar o meu primeiro amor!
Bjnhos
De jangadadecanela a 17 de Junho de 2008 às 15:22
Sabes, ainda bem que conseguimos relembrar estas sensações... o primeiro amor é algo puro...

beijinho
Luis
De pingodemel a 17 de Junho de 2008 às 14:31
...o primeiro amor :) ... o mais inocente e o mais puro...quem não se lembra do primeiro beijo? ... o meu primeiro amor corresponde ao meu primeiro namorado, um namoro que durou 6 anos e acabou ... já não o vejo há uns anos mas é uma pessoa por quem guardo um carinho especial ... porque o primeiro amor não se esquece :) ... e porque se fechar os olhos ainda sou capaz de sentir o arrepio do meu primeiro beijo :)
De jangadadecanela a 17 de Junho de 2008 às 15:23
sensações que não se perder mas se conservam... como o mel :)

um abraço sentido,
Luís
De pingodemel a 17 de Junho de 2008 às 15:28
...conservam-se, sim, como o mel ... porque o que é doce nunca amargou ... e assim são as boas recordações...doces :)

um abraço sentido
De jangadadecanela a 17 de Junho de 2008 às 15:32
yep! (isto é um sim...)
De InêsCabral a 17 de Junho de 2008 às 18:18
Que bonito Luís!
É tão bom recordar o primeiro amor,um amor puro,inocente,timído,para nós eterno...
Beijinhos
De jangadadecanela a 18 de Junho de 2008 às 00:10
Olá Inês,

é sempre bom recordar... pelo menos para mim.... :)

um abraço,
Luís
De MIGUXA a 17 de Junho de 2008 às 20:40
Lindo Luis,

Parece-nos tão longe e tão perto em simultâneo e é bom reviver...

Xi-kor
Margarida
De jangadadecanela a 18 de Junho de 2008 às 00:11
Olá Margarida,

São sensações que ficam connosco para sempre...

abraço
Luís
De Blue Eyes a 17 de Junho de 2008 às 21:20
Sabes, Luis. Já não me lembro se senti esse nó no estômago com o primeiro amor. Quase que nem me lembro do primeiro amor. Mas agora sinto esse nó presentemente muito mais vezes e muito, muito forte! Estranho?! Talvez não!

Um grande abraço!

Ricardo
De jangadadecanela a 18 de Junho de 2008 às 00:13
Viva Ricardo, nada estranho que o sintaa agora... é o aperto da paixão...

um grande abraço,
Luís
De Café com Natas a 18 de Junho de 2008 às 00:29
http://www.youtube.com/watch?v=VIqq1XJNkBw&feature=related
Fizeste-me recordar isto, Luís :)
Gosto muito de ler-te!
Beijinhos
De jangadadecanela a 18 de Junho de 2008 às 10:28
Olá,

Ja não ouvia essa musica há muito tempo.... :)))))

fico contente por gostares de viajar um pouco aqui na jangada...

um abraço,
Luís
De Velucia a 18 de Junho de 2008 às 04:39
"Estendi as asas junto ao precipício e decidi arriscar".

É como o voo dos filhotes de águia. A mãe águia empurra seu filho quando está na hora de voar sozinho. Assim ele se arrisca e completa seu voo sem cair no precipício .

Abraços.
De jangadadecanela a 18 de Junho de 2008 às 10:31
:)))

Olá,

Por vezes é preciso mesmo arriscar...

um abraço!
Luís
De Subjectividades a 18 de Junho de 2008 às 13:05
Olá luís
Adorei a sensibilidade o teu eu postado aqui!
Está lindo o poema e embora fale de um primeiro amor fala é sobretudo de ti.
Eu sinceramente tudo isso de que falas estou a senti-lo só agora por alguém...Será que nunca tive um primeiro amor ou será que o amor que sentimos é encarado sempre como o primeiro? Não sei, não sei mesmo mas como tenho dito muitas vezes o essencial é sentir, é viver, é acreditar e não perder aquela magia que está subsquente a um primeiro amor seja ele qual for.
Um abraço
De jangadadecanela a 18 de Junho de 2008 às 14:07
Isabel, as vezes até me assusta o entendimento que fazes do que escrevo... :))))

fico muito felz por estares a passar um momento assim... primeiro primeiro amor só existe um, mas como cada amor é diferente, de uma certa forma, é sempre novo...

um forte abraço
Luís
De Subjectividades a 18 de Junho de 2008 às 14:13
Bolas Luís!
Não te assustes homem...eu não quero assustar ninguém mas acho que falamos é das mesmas coisas e isso é bom. Há por aí tanta gente que fala, fala mas não comunica!

Um abraço

Comentar post

.quem sou...

.Poesia


.pesquisar

 

.posts recentes

. Natal

. Viagem

. Amanhecer

. Esperança

. Sabor a Saudade

. É assim... e que sempre a...

. Infinito

. ...

. Ser

. 21 DE JULHO

. ...

. Tão Veloz Como o Desejo

. Alto Douro Vinhateiro

. O meu leito

. Astrolábio

. Aberto ou Fechado

. ...

. Risco

. SER...

. Partes

.favorito

. DE MÃO NA MÃO

. O CORAÇÃO ...

. DIVAGANDO ...

. AMOTE

. PORQUE...

. NÓS

. "HÁ GENTE QUE FICA NA HIS...

. OBRIGADA POR SERES EGOÍST...

. OU É UMA COISA OU OUTRA

. VAMOS TIRAR UMA FOTO?

.arquivos

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

.tags

. todas as tags

RSS

.pauzinhos...

online