Quarta-feira, 16 de Julho de 2008

A espera

 

Junta a tua mão à minha
Numa dança, devagar
Deixa-me tudo sentir
Na luz que se vai apagar
 
E…
Sente…
Sente-te…
Sente-me…
Sente-nos…
 
Leva as minhas mãos
Nas tuas, ao teu rosto
Desenha o teu sorriso
Só para mim
 
E…
Vê…
Vê-te…
Vê-me…
Vê-nos…
 
Encosta os teus lábios
Derrete-os nos meus
 
E espera…
tags:
publicado por jangadadecanela às 20:46
link do post | comentar | favorito
37 comentários:
De Blue Eyes a 16 de Julho de 2008 às 20:57
Lembras-te daquela música que era assim:
"No espere, sigue sigue
No espere, sigue sigue"

O que é que tu queres? Não é todos os dias que se passa o dia a rir no trabalho!

Grande abraço!

Ricardo
De jangadadecanela a 16 de Julho de 2008 às 21:49
Olá Ricardo,

não conheço a musica mas ainda bem que estás bem disposto!!!! Grande Abraço
Luis
De Blue Eyes a 16 de Julho de 2008 às 22:14
Vê lá se o video te aviva a memória. Não acredito que não tenhas pulado ao som disto:
http://www.youtube.com/watch?v=p7nEm2gR07Q

Mas se não pulaste, também não faz mal. O Cardhu é que já ia!

Abraço e boa noite!

Ricardo
De pingodemel a 17 de Julho de 2008 às 10:39
. lol .. ricardo , desculpa a intromissão mas do que te foste lembrar, essa musica chegou-me a irritar de tanto que dava nas rádios discotecas e afins.. lol ...só tu
De Blue Eyes a 17 de Julho de 2008 às 12:51
Mas, Joana. É daquelas que também nunca saem da cabeça. Porque raio, existem músicas que por mais que as detestemos, insistem em assaltar-nos a memória!

Um beijo abraçado!

(Desculpa a intromissão, Luis. Faz de conta que estamos na esplanada)
De jangadadecanela a 17 de Julho de 2008 às 13:12
Viva Ricardo,

Aproveitem o sol e sintam a brisa do mar...

Abraço
Luis
De Blue Eyes a 17 de Julho de 2008 às 20:38
Thank´s Luís!
Está-se bem! Olha o por do sol tão bonito!

Abraço
De jangadadecanela a 17 de Julho de 2008 às 22:12
:)
De jangadadecanela a 17 de Julho de 2008 às 10:46
nope... nem conhecia.... agora o Cardhu, esse sim...

um abraço e bom trabalho
Luís
De Blue Eyes a 17 de Julho de 2008 às 20:32
Boas, Luis!
O Cardhu há-de ser, mas como deve ser!

Abraço

Ricardo
De jangadadecanela a 17 de Julho de 2008 às 22:12
combinado!

grande abraço
Luis
De Lalunia a 16 de Julho de 2008 às 22:09
Simplesmente magnifico, de uma simplicidade mágica e que diz tanto!!! Li e reli , voltei a ler .. e adorei!!
De jangadadecanela a 17 de Julho de 2008 às 10:15
Olá,

Este foi um texto pequenino que nasceu de uns olhos fechados e duas duas mãos que sentiam no ar...

um abraço
Luís
De pingodemel a 17 de Julho de 2008 às 09:42
olá Luis, bom dia
"Sente…Sente-te…Sente-me…Sente-nos…"
há quem ache que para nos sentirmos é necessário sentir o outro ... e o "sente-nos" é o auge ...

um abraço
De jangadadecanela a 17 de Julho de 2008 às 10:17
Olá Joana, bom dia...

O "sente-nos" é o auge, é a espiral que se auto
-alimenta e engrandece o que e o quanto sentimos...

um abraço
Luís
De pingodemel a 17 de Julho de 2008 às 10:37
... transmite todo um percurso, primeiro sente-se, depois sinto-me de seguida sinto-o e quando sentimos é quando se dá a metamorfose, o eu passa a ser nós ...
De jangadadecanela a 17 de Julho de 2008 às 10:51
... e a vida nunca mais será a mesma a partir desse momento...
De pingodemel a 17 de Julho de 2008 às 10:58
...e nós nunca mais a desejamos de outra forma...

De jangadadecanela a 17 de Julho de 2008 às 11:15
... nem queremos saber viver de forma diferente...
De pingodemel a 17 de Julho de 2008 às 14:00
... eu acho é que se atingirmos esse estado para além de não querermos viver de outra forma não vamos saber viver de outra forma...vamos apenas sobreviver :)

beijo
De jangadadecanela a 17 de Julho de 2008 às 14:31
:)

tens os genes da tua avó... palavras certas e sábias...

beijo
De pingodemel a 17 de Julho de 2008 às 14:55
...já há muito que não recebia um elogio em condições...obrigada :)

beijo
De jangadadecanela a 17 de Julho de 2008 às 15:08
... isso é dificil de imaginar... :)

um bejio
De Bichana a 17 de Julho de 2008 às 10:14
Um poema aparentemente simples mas replecto de significado e sentimento! ADOREI o meu calmante diário, até deu direito a suspiro e tudo, eheh!!
Bjnhos Luis
De jangadadecanela a 17 de Julho de 2008 às 10:20
Olá...

é tão simples que antes de o postar, o li e reli... mas como a carga emocional que eu lhe senti era (e é) tanta, decidi posta-lo... (como tu suspirei ao escreve-lo e fiquei com um sorriso do tamanho do mundo durante bastante tempo...).

beijinhos
Luis
De Bichana a 17 de Julho de 2008 às 11:39
Que bom...
De ஜॐ♥ஜ___Estrelinh@___ஜॐ♥ஜ a 17 de Julho de 2008 às 17:56
simples
lindo
mto sentimento nele
beijinho terno e doce ( este tem direitos de autor neste caso: autora )muahhh
De jangadadecanela a 17 de Julho de 2008 às 20:11
Olá Estrelinha,

foi escrito assim mesmo com muito sentimento

beijo terno e doce
Luis
De ஜॐ♥ஜ___Estrelinh@___ஜॐ♥ஜ a 17 de Julho de 2008 às 20:14
Nota-se querido...

( ) beijinho terno e doce muahhh
De sopadepoemas a 17 de Julho de 2008 às 18:23
Boas, Luís!

Poema cheio de sensações ... de carinho de amor, de paixão, até de um certo herotismo...
Está fantástico!!
Muito bonito!

Beijo
Kika
De jangadadecanela a 17 de Julho de 2008 às 20:13
Olá Kika,

quando o terminei, olhei para ele e não me parecia bem, mas li e reli e decidi não lhe mexer... era mesmo assim... o erotismo está implicito mas penso que será mais no que poderia acontecer a seguir...

um beijo
Luis
De sopadepoemas a 18 de Julho de 2008 às 13:01
Olá,

Sim o erotismo está implícito... mas sente-se...Está lá. São as sensações que as palavras transmitem na dança do amor que o tornam tão especial.

Beijos
Kika
De jangadadecanela a 18 de Julho de 2008 às 13:20
"Para bom entendedor meia palavra basta"

um beijo,
Luis
De MIGUXA a 17 de Julho de 2008 às 20:40
Boa tarde Luis,

Belo poema, não encontro é qualquer afinidade com a música sugerida pelo amigo Ricardo.

Também não interessa nada. Continua com a tua veia poética e o resto são apenas lérias.

Xi-kor
Margarida
De jangadadecanela a 17 de Julho de 2008 às 22:15
Olá Margarida,

Escreverei até que perca a inspiração...

Um abraço
Luis
De Em Fá Sustenido a 17 de Julho de 2008 às 20:47
Tão .. apaixonado! Lindo..
Adorei o poema é mesmo uma dança linda.
Espero que começe mesmo o novo ciclo :)
Beijinho*
De jangadadecanela a 17 de Julho de 2008 às 22:16
Olá,

Obrigado... e pelo que entendi do teu post esse novo ciclo já começou... fico feliz por ti

beijinho
Luis

Comentar post

.quem sou...

.Poesia


.pesquisar

 

.posts recentes

. Natal

. Viagem

. Amanhecer

. Esperança

. Sabor a Saudade

. É assim... e que sempre a...

. Infinito

. ...

. Ser

. 21 DE JULHO

. ...

. Tão Veloz Como o Desejo

. Alto Douro Vinhateiro

. O meu leito

. Astrolábio

. Aberto ou Fechado

. ...

. Risco

. SER...

. Partes

.favorito

. DE MÃO NA MÃO

. O CORAÇÃO ...

. DIVAGANDO ...

. AMOTE

. PORQUE...

. NÓS

. "HÁ GENTE QUE FICA NA HIS...

. OBRIGADA POR SERES EGOÍST...

. OU É UMA COISA OU OUTRA

. VAMOS TIRAR UMA FOTO?

.arquivos

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

.tags

. todas as tags

RSS