Terça-feira, 22 de Julho de 2008

Boa noite

 

Sinto-me arder por dentro
Cativo no tempo
E solto ao vento
 
Incendeio a mão
Na tua pele
Inalo o teu cheiro
Poção para os sentidos
Rendo-me por inteiro
 
Como posso soltar
Um cabelo que seja
Quando desejo tudo
Até o ar que nos beija
 
E não conseguia apagar
Mesmo que quisesse
Um segundo que fosse
Desde que te vi
Até hoje em que só,
Sonho em chegar até ti
publicado por jangadadecanela às 10:00
link do post | comentar | favorito
26 comentários:
De pingodemel a 22 de Julho de 2008 às 11:18
bom dia Luis
"Como posso soltar um cabelo que seja quando desejo tudo até o ar que nos beija" está lindo Luis

um abraço
De jangadadecanela a 22 de Julho de 2008 às 12:08
Bom dia Joana,

Há momentos em que sonhamos, em que queremos, em que pensamos... em que sorrimos...

um abraço
Luis

De pingodemel a 22 de Julho de 2008 às 12:31
...há momentos felizes ....os momentos em que sorrimos :)
De jangadadecanela a 22 de Julho de 2008 às 18:22
... às vezes com um sorriso "idiota" como lhe chamo, que ninguem entende... :)

De Blue Eyes a 22 de Julho de 2008 às 11:21
Bom dia, Luis!
Desejo ardente muito bonito!
Adicionado.
Mas não concordo com o título do poema. Opiniões! ;)

Grande abraço e boa sorte para o exame!

Ricardo
De jangadadecanela a 22 de Julho de 2008 às 12:16
Olá Ricardo,

Não o pensei tanto como ardente nesse sentido... foi mais baseado em saudade, em bem querer, em "camâra lenta"... quanto ao titulo, foi porque o escrevi antes de adormecer...

Não sei como vai correr o exame, não estudei muito... logo ao final do dia ja vou saber, vai ser uma maratona de 4h...

grande abraço
Luis

De Blue Eyes a 22 de Julho de 2008 às 12:20
A minha opinião não retira nenhuma beleza ao poema.
E vai correr tudo bem!

Grande abraço!

Ricardo
De Bichana a 22 de Julho de 2008 às 12:42
Uma boa noite de sono é mesmo o que eu estava a precisar Luis...
Bjnhos, gostei muito das tuas palavras, para não variar.
De jangadadecanela a 22 de Julho de 2008 às 18:24
Olá,

obrigado e partilho também o teu cansaço... mas chegava-me uma ou duas horinhas de sono...

um abraço
Luis
De sopadepoemas a 22 de Julho de 2008 às 13:16
Boa tarde, Luís!

"Cativo no tempo
E solto ao vento"

Sentimo-nos tão presos e ao mesmo tempo tão livres... é o amor... uma prisão maravilhosa..

Um bejo
Kika
De jangadadecanela a 22 de Julho de 2008 às 18:26
Olá Kika,

o tempo faz com que não possamos estar onde queremos, salva-nos o vento mensageiro... que chega a todo o lado...

o amor pode ser uma deliciosa prisão!

um abraço
Luis
De sopadepoemas a 22 de Julho de 2008 às 13:17
E já agora, felicidades para o teu exame!


Kika
De jangadadecanela a 22 de Julho de 2008 às 18:26
não correu bem mas obrigado, tentarei novamente, agora com estudo prévio para merecer passar...
De Velucia a 22 de Julho de 2008 às 14:10
Uau!!!
Isto significa Looool!!

Maravilhoooooooooso!!!!

Bom exame e boa sorte.

Abraços.
De jangadadecanela a 22 de Julho de 2008 às 18:27
Obrigado Vera

Abraço
Luis
De mafalda a 22 de Julho de 2008 às 14:35
olá, Luís.
está lindo!!!!
adorei a útima parte.... descreve a magia do amor na sua plenitude.
beijinhos.
De jangadadecanela a 22 de Julho de 2008 às 18:28
Olá Mafalda,

Magia, nem mais...

Abraço
Luis
De MARIA a 22 de Julho de 2008 às 14:49
PENSO, QUE MAIS IMPORTANTE, QUE O "PONTO DE CHEGADA" É O CAMINHO QUE PERCORREMOS PARA O ALCANÇAR.
A PARTILHA DESTE BLOG TEM SIDO IMPORTANTISSIMA PARA APRENDERMOS MAIS SOBRE EMOÇÕES, SENTIMENTOS, SOBRE PESSOAS, COMO NÓS, PORQUE TODOS, EM TODAS AS ÉPOCAS, TEMOS OS MESMOS PROBLEMAS.
BOA SORTE PARA O "EXAME"??
ABRAÇO,
MARIA.
De jangadadecanela a 22 de Julho de 2008 às 18:29
Olá Maria,

o exame foi um teste que fui fazer... não correu bem mas também nao fiz por o merecer passar...

abraço
Luis
De Just Moments a 22 de Julho de 2008 às 19:34
Olá..tenho lido todos os teus poemas..mas nem sempre comento, como deves reparar! (cá para mim roubaram horas às horas e ninguém deu conta..rsrsr)..
cada vez mais bonitos e este então..

è verdade ..até o ar desejamos!!

beijinhos
De jangadadecanela a 23 de Julho de 2008 às 10:25
Ola,

Fico contente por gostares de visitar a jangada :) também costumo passar pelo teu cantinho.

desejamos tudo e de forma tão intensa... é bom...

Abraço
Luis
De MIGUXA a 22 de Julho de 2008 às 23:22
"Cativo no tempo..Rendo-me por inteiro...Como posso soltar...E não conseguia apagar mesmo que quisesse.."

Luis és prisioneiro de corpo e alma, as tuas palavras não enganam.

Que o cativeiro te traga tudo de bom.

Xi-kor enorme
Margarida
De jangadadecanela a 23 de Julho de 2008 às 10:27
Olá Margarida,

sou prisioneiro por querer e por sentir e mesmo que o que este cativeiro me reserva não seja o que espero ou desejo, o que não poso é deixar de sentir e de querer continuar prisioneiro do amor...

um abraço
Luis

Comentar post

.quem sou...

.Poesia


.pesquisar

 

.posts recentes

. Natal

. Viagem

. Amanhecer

. Esperança

. Sabor a Saudade

. É assim... e que sempre a...

. Infinito

. ...

. Ser

. 21 DE JULHO

. ...

. Tão Veloz Como o Desejo

. Alto Douro Vinhateiro

. O meu leito

. Astrolábio

. Aberto ou Fechado

. ...

. Risco

. SER...

. Partes

.favorito

. DE MÃO NA MÃO

. O CORAÇÃO ...

. DIVAGANDO ...

. AMOTE

. PORQUE...

. NÓS

. "HÁ GENTE QUE FICA NA HIS...

. OBRIGADA POR SERES EGOÍST...

. OU É UMA COISA OU OUTRA

. VAMOS TIRAR UMA FOTO?

.arquivos

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

.tags

. todas as tags

RSS

.pauzinhos...

online