Terça-feira, 23 de Setembro de 2008

...

 

O quarto estava escurecido pela luz do luar que se espreguiçava lá fora. A melancolia do espaço vazio à minha frente fez-me esquecer da minha existência. E lá estava o teu olhar, esses olhos que tremem repetidamente quando não querem entrar na luz da minha alma, com receio do que possa dizer, esses olhos que alimentam um sorriso mais belo que a aurora boreal num momento de pura felicidade. E lá estava o teu silêncio, deliciado nesse sorriso como se de um bolo de chocolate se tratasse. Inalei o ar que me apertava na procura de uma sensação de alivio, nas pernas que cediam, no sangue que apertava as veias, na dor que afligia a minha alma. Retornei a mim quando uma mão me levou a encontrar o teu cheiro na almofada deixada sobre a cama. Apenas ali estava eu mas ainda ali estávamos nós. Sentei-me no chão a tremer devagarinho de emoção. Apertei os fios do tapete branco por entre os dedos das minhas mãos pra eu não me fugir, levei os olhos ao chão para me orientar. Dos meus olhos alguém decidiu abrir a comporta que refreia o rio da tristeza e felicidade. Não estranhem… o rio é o mesmo… a magia é feita no momento em que abro os olhos e a lágrima cai... e esta é uma lágrima de profunda intensidade. Sinto-a deslizar pela pele lentamente, como se a cravasse para não se soltar até ao seu destino. Abro os olhos em direcção ao teu espaço vazio sobre os lençóis. Sei que não estas ali mas vejo o teu corpo pintado a transparência. Deitada sobre ti, dormes pacificamente num silencio apaziguador. Por momentos sou inundado por uma paz interior que acredito que só os anjos sejam capazes de sentir. Estás em mim, penso. E recupero-me de mim, inspiro agora o ar que me aquece e alimenta, ouço o meu coração bater mais forte e ritmado, as pernas sentem novamente o impulso do sangue e sigo… sigo porque… está na hora… está na hora de matar estas saudades…
publicado por jangadadecanela às 10:42
link do post | comentar | favorito
24 comentários:
De caminhante a 23 de Setembro de 2008 às 11:18
saudades do que viveste ou de um futuro por ti sonhado? seja o que for, desejo sinceramente que se realize depressa... também eu muito em breve irei correr atrás do meu sonho!
De jangadadecanela a 23 de Setembro de 2008 às 14:47
Olá

Tenho a sorte de a minha realidade hoje ser melhor do que algum sonho que já tenha tido... e este momento retratado é uma constatação disso... a intensidade de um momento perdura muito para além do próprio... e se a saudade acarreta consigo tristeza pelo facto de sentirmos a falta de alguém, também trás consigo a felicidade de sabermos que podemos reviver o momento mas acima de tudo, que podemos continuar a viver momentos iguais ou melhores...

... espero que se concretize esse teu sonho...

abraço
Luís
De Bichana a 23 de Setembro de 2008 às 11:50
palavras para quê?
!!
Bjnhos, bem haja esse amor!
De jangadadecanela a 23 de Setembro de 2008 às 14:48
... e assim nada digo, apenas sinto... :)

um grande abraço
Luís
De Just Moments a 23 de Setembro de 2008 às 11:57
Estou com a Bichana!!

Palavras para que??
Esse AMOR faz-te maravilhas Amigo!!
que lindo sonho..
e mata essas saudades!!

Beijinhos...
De jangadadecanela a 23 de Setembro de 2008 às 14:50
olá!

Mato sim, logo que possa... até lá vou apaziguando as saudades da melhor forma possivel...

abraço
Luís
De pingodemel a 23 de Setembro de 2008 às 12:14
bom dia Luis

...há momentos que nos ficam gravados na memória que quando pensamos neles são reais e conseguimos ainda sentir o perfume e a presença... é quando encontramos na ausência a presença...

beijinho
De jangadadecanela a 23 de Setembro de 2008 às 14:52
Olá Joana

... e nesses momentos o nosso sorriso alberga a imensidão de um oceano, na omnipresença do Amor....

beijo...
De cuidandodemim a 23 de Setembro de 2008 às 12:34
Texto cheio de emoção...
Faz-nos suspirar
Bjns!
De jangadadecanela a 23 de Setembro de 2008 às 14:53
Olá

Por muito que escreva não consigo descrever a intensidade do que siinto nestes momentos. são momentos únicos... belos... :)

um abraço
Luís
De Blue Eyes a 23 de Setembro de 2008 às 13:17
Bom dia, Luis!
Quando o amor vive dentro de nós nem as mais bonitas palavras conseguem descrever o que queremos dizer!

Grande abraço, amigo! Fico muito feliz por ti e por ela!

Ricardo
De jangadadecanela a 23 de Setembro de 2008 às 14:55
Olá Ricardo,

Concordo contigo... podemos tentar... mas a realidade é bem mais intensa...

um grande abraço para ti... e já sabes... o Cardhu lá está à nossa espera.
Luís
De Blue Eyes a 23 de Setembro de 2008 às 15:05
Temos mesmo que combinar isso, antes que azede.

Grande abraço!

Ricardo
De jangadadecanela a 23 de Setembro de 2008 às 15:07
temos mesmo
De Sorriso ツ a 23 de Setembro de 2008 às 14:16
A saudade é asim mesmo... e o melhor delas é quando podemos "matá-las" quando o ausente se torna presente e nos ilumina o coração ;)

Beijinhos
De jangadadecanela a 23 de Setembro de 2008 às 14:56
Olá...

É verdade, o melhor da saudade é o momento em que as podemos matar... ;)

um abraço
Luís
De Sónia a 23 de Setembro de 2008 às 14:47
O q dizer... apenas que se sente esse amor, essa paz e essa felicidade. E qdo assim é, qdo se consegue trasmitir aos outros a felicidade que sentimos, só mostra a grandeza desse sentimento.Só vos posso desejar que esse sentimento seja intemporal.

Beijinhos
De jangadadecanela a 23 de Setembro de 2008 às 15:00
Olá Sónia,

O tempo é o que dele fazemos... como um livro... cada página é um momento... e num momento habitamos o tempo...

A nós, que lemos o Tempo, cabe-nos decidir como o lemos... na diagonal... ou intensamente...

... a melhor página de um livro é aquela que ficou amarrotada, desbotada ou tingida... é aquela que nos fez parar para reviver... para sentir... para deixar sentir...

já me alonguei...

um abraço
Luís
De R.Cheiros a 23 de Setembro de 2008 às 17:42
Palavras para que... O amor é lindo.

O que mais me fascina no teu blogue é a sensibilidade que colocas nas palavras... Existe lá coisa mais linda que um homem a falar de amor?

Sobre o texto não tenho nada a acrescentar só me volto a repetir: Gosto de te ler.

E que esse amor te faça dormir sonhar e acordar sempre com vontade de colocares aqui coisas bonitas.

Parabéns.

Beijoca
De jangadadecanela a 24 de Setembro de 2008 às 09:38
Olá,

Viver este amor tem sido único... por muito que o tente explicar ou falar sobre ele, ele será sempre superior na intensidade, no pormenor, no tempo, na vida...

... e eu também gosto de te ler...

um abraço
Luís
De MIGUXA a 23 de Setembro de 2008 às 21:51
Quando se ama de verdade vive-se intensamente a saudade....

Texto ímpar...Parabéns

Que esse amor dure para sempre

Xi-kor
Margarida
De jangadadecanela a 24 de Setembro de 2008 às 09:40
Olá Margarida,

Saudade, talvez o sentimento mais controverso da história do Amor...

Obrigado pelas tuas palavras...

Um abraço
Luís

Comentar post

.quem sou...

.Poesia


.pesquisar

 

.posts recentes

. Natal

. Viagem

. Amanhecer

. Esperança

. Sabor a Saudade

. É assim... e que sempre a...

. Infinito

. ...

. Ser

. 21 DE JULHO

. ...

. Tão Veloz Como o Desejo

. Alto Douro Vinhateiro

. O meu leito

. Astrolábio

. Aberto ou Fechado

. ...

. Risco

. SER...

. Partes

.favorito

. DE MÃO NA MÃO

. O CORAÇÃO ...

. DIVAGANDO ...

. AMOTE

. PORQUE...

. NÓS

. "HÁ GENTE QUE FICA NA HIS...

. OBRIGADA POR SERES EGOÍST...

. OU É UMA COISA OU OUTRA

. VAMOS TIRAR UMA FOTO?

.arquivos

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

.tags

. todas as tags

RSS