Segunda-feira, 3 de Novembro de 2008

Conversa em mim

 

… há momentos na vida em que tememos, duvidamos, sofremos, ponderamos e no fim acabamos por não nos decidimos por nada e ao mesmo tempo, nesta indecisão, acabamos por decidir não decidir. E este não decidir para a ser uma decisão… e a vida passa… e o tempo calmamente paira sobre nós, em círculos, sobre o ar que expiramos, como se de uma ave de rapina fosse, à espera do momento certo… para nos agarrar… para nos levantar do chão e percebermos que não saímos do mesmo lugar desde que (in)decidimos… acredito que muitos de nós já passaram por momentos, períodos assim…
 
… e há momentos na vida em que arriscamos, acreditamos, exaltamos, permitimo-nos sentir, transformando o abismo que tantas vezes usamos para empurrar memórias para o esquecimento, num cume montanha, pintada de sol e de brisa, onde está tudo o que se precisa para termos a certeza que vamos voar… para temos a certeza de que, neste processo de aprendizagem, está sempre alguém à nossa espera com mercúrio e algodão (sim, ainda sou do tempo do mercúrio), com um abraço e um beijo, com um sorriso e com uma palavra, sempre que tropeçamos e caímos. E é esse alguém que nos impele a tentar de novo até que sejamos plenos das nossas capacidades… sejamos um eu melhor, um eu complementar, um eu que se junta a um tu e forma um laço, um nó, um NÓS…
 
… e há o dia de hoje em que, sentado nesta cadeira, sorrio por dentro e por fora,
 
porque te encontrei,
porque me encontraste,
porque nos encontramos
 
e principalmente
 
porque estás em mim e me sinto em ti, porque em mim há hoje certezas, porque o tempo hoje não é uma ave de rapina… é um ANJO que nos protege
 
PS: e se algum dia me perguntares o quanto eu gosto de ti eu te direi... procura um quadro que te faça chorar, procura uma canção que te faça vibrar, encontra a dança que te faça esquecer, procura o abraço onde queiras adormecer... e será sempre mais... porque a cada pestanejar te vejo novamente e diferente... e te reinscrevo em mim, mais e mais bela...  
publicado por jangadadecanela às 11:17
link do post | favorito
De cuidandodemim a 3 de Novembro de 2008 às 14:04
Sim, há um um tempo de passividade e um tempo de actividade.
Temos é de ser espertos e corajosos o suficiente para sabermos a diferença e aceitar que a vida é mesmo assim...
Bjns!
De jangadadecanela a 4 de Novembro de 2008 às 17:03
olá... viver é o maior desafio que enfrentamos... e temos que encontrar a melhor maneira de o fazermos :)

abraço
Luís
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 


.quem sou...

.Poesia


.pesquisar

 

.posts recentes

. Natal

. Viagem

. Amanhecer

. Esperança

. Sabor a Saudade

. É assim... e que sempre a...

. Infinito

. ...

. Ser

. 21 DE JULHO

. ...

. Tão Veloz Como o Desejo

. Alto Douro Vinhateiro

. O meu leito

. Astrolábio

. Aberto ou Fechado

. ...

. Risco

. SER...

. Partes

.favorito

. DE MÃO NA MÃO

. O CORAÇÃO ...

. DIVAGANDO ...

. AMOTE

. PORQUE...

. NÓS

. "HÁ GENTE QUE FICA NA HIS...

. OBRIGADA POR SERES EGOÍST...

. OU É UMA COISA OU OUTRA

. VAMOS TIRAR UMA FOTO?

.arquivos

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

.tags

. todas as tags

RSS