Segunda-feira, 9 de Março de 2009

Viagem

 

Há sempre um momento
Em que te tenho que deixar
Por muito que te leve comigo
Sinto sempre que vais ficar
 
Como Sol e Lua que se separam
É na hora da despedida
Que as ondas do mar se calam
Para dar voz à minha querida
 
Soltam-se as amarras
Pelos céus vou navegar
Ficam em mim as tuas garras
Que me fazem sempre voltar
 
Vou e logo sou caçador
Entre estrelas e sois
Procuro apenas a luz
Que me leve ao meu Amor
publicado por jangadadecanela às 10:14
link do post | comentar | favorito
20 comentários:
De azuldoceu a 14 de Março de 2009 às 19:42
Olá Luis!
A despedida é sempre complicada, mas o reencontro compensa tudo!
Beijinhos
De jangadadecanela a 21 de Março de 2009 às 00:46
olá...

a cada despedida fica a ansia do regresso
a cada reencontro se perde o receio
a cada momento
sopra o vento
deste sentimento

:)

um abraço
Luis

Comentar post

.quem sou...

.Poesia


.pesquisar

 

.posts recentes

. Natal

. Viagem

. Amanhecer

. Esperança

. Sabor a Saudade

. É assim... e que sempre a...

. Infinito

. ...

. Ser

. 21 DE JULHO

. ...

. Tão Veloz Como o Desejo

. Alto Douro Vinhateiro

. O meu leito

. Astrolábio

. Aberto ou Fechado

. ...

. Risco

. SER...

. Partes

.favorito

. DE MÃO NA MÃO

. O CORAÇÃO ...

. DIVAGANDO ...

. AMOTE

. PORQUE...

. NÓS

. "HÁ GENTE QUE FICA NA HIS...

. OBRIGADA POR SERES EGOÍST...

. OU É UMA COISA OU OUTRA

. VAMOS TIRAR UMA FOTO?

.arquivos

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

.tags

. todas as tags

RSS