Quarta-feira, 11 de Novembro de 2009

A paixão é como o pistáchio

 

Não resisti...
 
A paixão é como o pistáchio, ou melhor, como o pacote de pistáchios, assim bem salgadinhos. Primeiro, cruzamo-nos com eles numa qualquer esquina de supermercado. O olhar prende-se por mais uns instantes do que seria normal. E eles ali, vestidos para matar, a mostrar sorrateiramente o miolo. Depois de darmos duas voltas ao corredor, numa espécie de ida ao psicanalista interior, a tentarmos convencermo-nos de que não, não é bom, faz mal à saúde, vê lá onde te metes, olha que depois já não há saída, lá os agarramos numa espécie de beijo roubado e levámo-los para casa. Daí a estarem todos descascados é um tirinho e quando damos conta, estamos já todos cheios de sal pelo corpo todo. O problema é que isso ainda aumenta o desejo de descascar uns outros tantos. Não tarda muito, começamos a entrar em desespero quando reparamos que está na hora de terminar o deleite ao mesmo tempo que lambemos as pedrinhas de sal que ficaram no canto da boca,  uma e outra e mais outra vez. Quando por fim o pistáchio acaba só temos vontade de ir a correr buscar mais ao supermercado. Olhamos para o telemóvel e questionamo-nos: “Ligo? Não! Ligo! Não, e se ela te diz que não? Ligo ligo!!!...” Entre um piscar de olhos os dedos da mão direita já carregaram no verdinho e o nº já chama. “Olá, hummm, bem… olha… será que podias passar pelo supermercado antes de vires para casa e trazeres uns pistáchios para comermos logo enquanto vemos um filmezinho?... Sim? Boa! Ok… Até já…” Depois desta conversa vem o delírio, a ansiedade. Roemos as unhas todas só a pensar em mais um pacotinho daqueles, delicioso… a tocar à campainha, prontinho a descascar…
 
tags:
publicado por jangadadecanela às 14:01
link do post | favorito
De Catarina Portela a 11 de Novembro de 2009 às 17:46
Fantástico, melhor não escreveria...
É mesmo assim, a paixão é a pura ilusão a satisfação do momento...
E quando se vai, deixa um vazio, que tentamos ocupar por outro pistáchio, até realmente percebermos que podemos viver sem eles...
Uma luta que se trava, todos os dias. Porque resistir aos pistáchios é dificil... Mas quem disse que seria fácil ? :)

Beijinhos, adorei.
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 


.quem sou...

.Poesia


.pesquisar

 

.posts recentes

. Natal

. Viagem

. Amanhecer

. Esperança

. Sabor a Saudade

. É assim... e que sempre a...

. Infinito

. ...

. Ser

. 21 DE JULHO

. ...

. Tão Veloz Como o Desejo

. Alto Douro Vinhateiro

. O meu leito

. Astrolábio

. Aberto ou Fechado

. ...

. Risco

. SER...

. Partes

.favorito

. DE MÃO NA MÃO

. O CORAÇÃO ...

. DIVAGANDO ...

. AMOTE

. PORQUE...

. NÓS

. "HÁ GENTE QUE FICA NA HIS...

. OBRIGADA POR SERES EGOÍST...

. OU É UMA COISA OU OUTRA

. VAMOS TIRAR UMA FOTO?

.arquivos

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

.tags

. todas as tags

RSS